Multidisciplinar - Detalhe do projecto

FRIESA

Nome do ProjectoModelação e previsão do efeito do frio extreme na saúde da população: a base para o desenvolvimento de um sistema de alerta em tempo real
Entidade financiadoraFCT (EXPL/DTP-SAP/1373/2013)
Líder do projetoIPMA
Responsável projetoSílvia Antunes
Descrição

O FRIESA é um projecto multidisciplinar que envolve uma equipa do IPMA da área da meteorologia/clima e uma equipa do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) da área da epidemiologia.

Sendo a saúde humana sujeita a grande influência das alterações climáticas (World Health Organization, WHO) torna-se muito importante conhecer a vulnerabilidade da população às condições meteorológicas adversas. Existe em Portugal, desde 1999, para o período estival, um sistema de monitorização e vigilância das ondas de calor com potencial impacte na mortalidade - projeto ÍCARO, desenvolvido pelo INSA em parceria com o ex-Instituto de Meteorologia (IM). Os resultados deste sistema são divulgados pelo Departamento de Epidemiologia do INSA para as entidades com responsabilidade sobre a saúde da população, designadamente a Direção-Geral de Saúde (DGS) e a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC).

Verifica-se, no entanto, que a mortalidade em Portugal, tal como em grande parte dos países do Hemisfério Norte, é superior nos meses mais frios do ano do que nos meses mais quentes. Pretende-se, neste projeto FRIESA, determinar as bases que permitirão a implementação de um sistema equivalente ao do calor e que incluem a monitorização, vigilância, estimativa e análise de risco do frio com potencial impacte na mortalidade.

O sistema permitirá facultar a decisores os meios apropriados de atuação

Data de início 2014-03-01
Data de fim 2015-02-28