Normais Climatológicas

Os valores médios que caracterizam o clima de um dado local, dependem do intervalo de tempo utilizado e não apresentam os mesmos resultados quando se compara um ano com um decénio, ou com um século. Por outro lado, é importante dispor de séries longas de dados para se estudar as variações e as tendências do clima. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P., dispõe de séries de dados meteorológicos, cujas primeiras observações remontam a 1865.

Conforme convencionado pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), o clima é caracterizado pelos valores médios dos vários elementos climáticos num período de 30 anos, designando-se valor normal de um elemento climático o valor médio correspondente a um número de anos suficientemente longo para se admitir que ele representa o valor predominante daquele elemento no local considerado. Segundo a OMM, designam-se por normais climatológicas os apuramentos estatísticos em períodos de 30 anos que começam no primeiro ano de cada década (1901-30, 1931-1960, ..., 1961-1990...). Estas são as normais de referência, embora se possam calcular e utilizar normais climatológicas nos períodos intercalares, por exemplo, 1951-80, 1971-2000. Koppen Portugal w

Nesta área do site disponibiliza-se informação referente às normais climatológicas de 21 estações integradas na rede do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P., para o período 1971-2000, designadamente valores mensais e anuais dos principais elementos climáticos, na forma gráfica e numérica. São igualmente apresentados os valores médios da temperatura máxima e mínima do ar e os totais de precipitação, assim como os respetivos valores extremos.

Os resultados das normais climatológicas 1971-2000, as últimas disponíveis, permitem também identificar os diferentes tipos de clima, tendo-se utilizado para Portugal Continental a classificação de Köppen-Geiger, que corresponde à última revisão de Köppen em 1936. Os resultados obtidos pela cartografia, para esta classificação climática, permitem confirmar que na maior parte do território Continental o clima é Temperado, do Tipo C, verificando-se o Subtipo Cs (Clima temperado com Verão seco) e as seguintes variedades:

 - Csa, clima temperado com Verão quente e seco nas regiões interiores do vale do Douro (parte do distrito de Bragança), assim como nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela (exceto no litoral oeste do Alentejo e Algarve).

 - Csb,clima temperado com Verão seco e suave, em quase todas as regiões a Norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela e nas regiões do litoral oeste do Alentejo e Algarve.

Numa pequena região do Baixo Alentejo, no distrito de Beja, encontra-se Clima Árido – Tipo B, Subtipo BS (clima de estepe), variedade BSk (clima de estepe fria da latitude média).

Em relação ao Arquipélago da Madeira e Açores de acordo com a classificação de Koppen original, verifica-se que:

  • Madeira é do tipo Csa, clima temperado com verão quente e seco;
  • Açores o Grupo Oriental é do tipo Csb clima temperado com verão seco e suave no Grupo Oriental e nos Grupos Central e Ocidental é do tipo Cfb, ou seja, ou seja, clima oceânico, também por vezes chamado clima temperado marítimo, é um clima temperado húmido com verão temperado e que ocorre em regiões afastadas das grandes massas continentais.

Nota explicativa

Informa-se que no gráfico de anomalias só estão representados os valores anuais nos anos em que não houve nenhuma falha mensal, isto é, nos anos com 12 valores médios mensais; Nos anos em que não se apresentam dados no gráfico das anomalias, tal significa que houve pelo menos um mês incompleto de dados e por isso não se apresenta a respetiva anomalia, o que não significa que não existam dados nos restantes meses desse ano.

As regras da OMM (WCDP nº10 / WMO TD nº 341, 1989), indicam que não deve ser calculado um apuramento mensal se existirem mais de 3 falhas diárias consecutivas ou mais de 5 alternadas, nesse mês, o que implica que sempre que haja, pelo menos, 4 dias seguidos, ou 6 alternados sem dados, num mês, não se pode calcular o apuramento mensal nem o anual. As médias mensais apresentadas no gráfico superior são assim os resultados de pelo menos 18 anos de dados em cada um dos meses, para as estações disponibilizadas.

Para mais informações sugere-se ainda a consulta do guia de práticas climatológicas da OMM (WMO nº100, 3rd Edition, 2011).

Normais Climatológicas

Sobre as Normais

Notas

Os valores extremos e os números de dias são resultados provisórios, pelo que alguns valores poderão ser eventualmente modificados, face aos procedimentos de re-validação em curso.