Serviços de Clima - Cenários Climáticos para Portugal Continental no Século XXI

As alterações climáticas previstas a nível global irão ter um impacto significativo em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas, exigindo, a médio e longo prazo, medidas de adaptação que permitam a redução do risco, quer a nível global quer a nível individual, na planificação das atividades e do investimento futuro.

Portal do climaImagem do portal do clima

Recentemente o IPMA, I.P., em parceria com o Instituto Dom Luiz da Universidade de Lisboa e integrado no projeto "localwarming" do programa ADAPT, desenvolveu o "portal do clima".

Este portal disponibiliza uma vasta gama de indicadores climáticos, temperatura do ar, precipitação, intensidade do vento à superfície, indice de secas, ondas de calor e de frio, incêndio, etc.

Os primeiros resultados deste projeto, correspondentes ao clima previsto até ao final do século, estão disponíveis no portal identificando as anomalias em relação à normal de referência 1971-00 e utilizando dois cenários socioeconómicos contrastantes. Foi utilizado como menos gravoso o cenário RCP4.5 correspondente a uma evolução sócio-económica que controla o aumento das emissões com gases de efeito de estufa, atingindo um máximo na concentração em meados do séc. XXI. Em contraste, o cenário mais gravoso RCP8.5 representa um crescimento contínuo nas emissões durante o séc. XXI

O programa ADAPT é guiado pelos termos estabelecidos no Memorando de Entendimento entre Portugal, Noruega, Islândia e Liechtenstein, no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu - MFEEE/EEA-Grants)para apoiar financeiramente a atuação na área de “Adaptação às Alterações Climáticas” em Portugal. O seu desenvolvimento foi guiado pelos termos estabelecidos no Memorando de Entendimento entre Portugal, Noruega, Islândia e Liechtenstein, no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu (MFEEE/EEA-Grants). Posteriormente o programa foi informado das necessidades e contribuições do grupo de coordenação da ENAAC (Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas).