Estado recursos explorados

Recursos Vivos

Espécies comerciais

Estado dos recursos explorados –

No âmbito das obrigações do IPMA, a Divisão Recursos Marinhos (DivRP) do IPMA é responsável pelo acompanhamento do estado de exploração dos recursos pesqueiros explorados pela frota nacional do Continente que opera em diversas áreas geográficas. Os investigadores e técnicos da DivRP desenvolvem atividades de recolha e análise de dados de biologia e da dinâmica das espécies e sobre a atividade pesqueira decorrente da sua exploração comercial, o que permite proceder à avaliação do estado de exploração dos stocks e ao aconselhamento científico para gestão dos respetivos stocks e ainda contribuição científica para a definição de planos de gestão das pescarias.

As metodologias mais frequentemente utilizadas para avaliar o estado do stock incluem-se em dois grandes grupos: i) modelos simples de produção e ii) modelos analíticos complexos. Por seu lado, o aconselhamento científico à gestão, nomeadamente, quais as consequências futuras no estado do stock face à adoção de diferentes medidas de gestão, baseia-se nos resultados das avaliações do estado dos stocks e, em particular, nas estimativas do tamanho em termos de biomassa (peso total dos indivíduos que constituem o stock) e/ou abundância (número de elementos que constituem o stock).

Neste relatório constam os resultados mais recentes (2019) das avaliações dos stocks e do aconselhamento científico à gestão que são produzidos nos diversos grupos científicos internacionais em que os investigadores do IPMA participam. Contudo, os relatórios oficiais finais do ICES, NAFO, ICCAT e IOTC devem ser consultados na sua versão definitiva. O jornal oficial da União Europeia deve ser consultado relativamente a TAC’s e Quotas.